E-commerce é o futuro do seu negócio

21 Julho, 2016
Posted in E-commerce
21 Julho, 2016 admin

O comércio electrónico ou E-commerce é uma forma simples e prática de efectuar as suas compras sem sair de casa, podendo visitar as marcas que mais gosta a qualquer hora e em qualquer lugar. Este serviço permite ao consumidor comparar o preço e qualidade de produtos ou serviços, sendo estas as vantagens mais apelativas que os consumidores identificam.

Vantagens das lojas online

– Facilidade em promover os seus produtos/serviços;
– Maior controlo de custos
– Possibilidade de análise do comportamento dos consumidores;
– Gerir encomendas de forma automática;
– Maior controlo de stocks;
– Proporcionar ao consumidor maior comodidade e liberdade de escolha.

Porém poderão também existir algumas desvantagens caso o e-commerce não seja implementado na empresa de uma forma adequada. Estas desvantagens estão, quase sempre, relacionadas com uma maior vulnerabilidade às fraudes e bugs informáticos que comprometam as transacções, possibilidade de ataques de hackers, como também uma maior dificuldade na fidelização de clientes.

Em Portugal apenas 32% das empresas possuem site da empresa e dessas, apenas 10% têm loja on-line, levando a que 78% dos consumidores on-line tenham efectuado as suas compras em sites estrangeiros. Existe uma necessidade para os consumidores que as empresas não estão a conseguir satisfazer. Para isso, as empresas portuguesas terão de apostar cada vez mais na presença on-line.

“Atualmente 55% dos consumidores coreanos, efetuam as suas compras on-line.”

No entanto, o comércio eletrónico tem vindo a crescer exponencialmente em todo o mundo, e em Portugal não é exceção. Mais de 5 milhões de portugueses já visitaram sites de e-commerce. Segundo um estudo da BCG estima-se um crescimento das vendas on-line em Portugal entre 3% a 5% até 2018.

Tem sido defendido que o futuro passa por os distribuidores e marcas aproveitarem as oportunidades que são proporcionadas neste momento, pois a introdução atrasada do on-line, pode prejudicar as vendas e a cota de mercado das respectivas empresas. As empresas terão de começar a ultrapassar o receio de que o comércio electrónico possa prejudicar as vendas nas lojas físicas e perceber que em vez disso irá garantir vendas adicionais para a empresa.

 

Informações

, , , , ,