Indústria 4.0: os novos perfis de liderança na economia digital

14 Fevereiro, 2019
Posted in Geral
14 Fevereiro, 2019 ricardo

Quais são os novos perfis de liderança na economia digital?

A indústria 4.0 criou novos perfis de liderança, integrados no que se designa de líderes 4.0. Quais são as competências críticas destes novos líderes? É possível traçar um perfil do tipo de líder que a economia digital procura e exige?

A emergência da indústria 4.0 nas empresas e indústrias portuguesas promove alterações em vários eixos estruturantes dos negócios. Esta revolução digital alterou os modos de operar das empresas assim como competências que o mercado de trabalho procura. Ser líder está também a mudar e o perfil de quem deve contribuir estrategicamente para a competitividade das empresas permanece pouco claro.

Como ser mais inovador e internacional na Quarta Revolução Industrial?

– Entre outros fatores, com líderes que consigam aproveitar as oportunidades da revolução digital.

As principais características dos perfis de liderança

         Abertura à mudança

Modelos de liderança enraizados em modelos de negócio anterior à viragem do século transportam práticas desajustadas à nova realidade. É como liderar num mundo que já não existe, com soldados de chumbo em vez de pessoas. O líder 4.0 deve estar aberto à mudança, disponível para novas verdades e opiniões

          Motivar, respeitar e inspirar

Um bom líder é frequentemente associado a alguém com ética, assertivo e com princípios. É um dos traços que atravessa terça revolução e chega à quarta, adquirindo aliás importância reforçada. Motivar, respeitar e inspirar são três abstrações críticas para ambientes de trabalho produtivos e felizes.

         Trabalho de equipa e relações saudáveis

As competências pessoais podem ser tão ou mais importantes que as competências técnicas. Promover o trabalho em equipa e relações saudáveis entre colegas de trabalho facilita a comunicação, impulsiona o melhor de cada trabalhador e gera maior sentido de pertença.

          Destreza cultural

O mundo profissional continua a ter fronteiras, mas os espaços de trabalho estão cada vez mais habitados por pessoas de diferentes culturas. A capacidade para articular diferentes conhecimentos e alcançar resultados em contextos interculturais é essencial nos perfis de liderança da revolução 4.0.

         Inteligência emocional

Gerir as suas emoções e as dos outros é uma habilidade interessante que pode originar resultados notáveis.

          Foco nas pessoas

Significa prestar  atenção às habilidades de cada pessoa e impulsioná-las. Existe abertura para errar, responsabilidade individual e progressão. O foco nas pessoas deve estar articulado com o foco nos resultados e no qual o desempenho pode ser o indicador mestre.

          Pensar global e agir local

As ferramentas digitais permitem às empresas olhar para o mundo e atuar de forma segmentada e especializada. Para tal, é vital que exista aberta e flexibilidade para estudar o mundo, mas sem cair na tentação de criar estratégias gerais e vagas.

          Capacidade para utilizar estrategicamente as tecnologias digitais

Saber onde estão as oportunidades depende da compreensão dos meios que utilizamos. Esta premissa aplica-se também ao ecossistema online e às tecnologias.

Conclusão

Para identificar e impulsionar o seu estilo de liderança, conheça os cursos especializados da ZONAVERDE em liderança e motivação de equipas.

Se pretende informações adicionais, também pode falar com a equipa da digitalgreen.

 

Artigo escrito em parceria com a ZONAVERDE.

, , ,