Já vestiu o Bikini ao seu Marketing?

5 Julho, 2019 Jean Silva

Hoje recorda-se e celebra-se o lançamento do bikini, a 5 de julho de 1946, em França.

É no Verão que esta peça de roupa é mais usada e é também durante o calor, que as pessoas ficam por mais tempo na rua, algumas estão de férias, é um momento propício para o consumo.

 

O verão é a estação do ano com maior apelo para a compra.

Quando trabalhamos marcas, sabemos que há picos de comunicação e que há momentos do ano mais propícios ao investimento, um desses picos é no Verão.

Por um lado, há uma sazonalidade inerente ao próprio produto que explica o reforço de comunicação como é o caso de gelados, fatos de banho, mobiliário ao ar livre, protetores solares entre outros.

Por outro lado, há uma disponibilidade para parcerias interessantes, pelo facto de o consumidor estar de férias, mais descontraído e mais livre. Isto manifesta-se nas inúmeras ativações de marcas em festivais de música e outros eventos de Verão como sunsets ou beach parties.

 

A verdade é que principalmente por ser uma época de férias é fundamental perceber onde e como comunicar. Numa altura do ano em que o consumo de televisão decresce, as marcas vão frequentemente para a rua, e estrategicamente, para as praias para levar a sua mensagem ainda mais longe.

Lembramo-nos todos com nostalgia da Bola Nivea espalhada pelas praias de Portugal. Uma ação simples com fit praticamente perfeito entre produto e consumidor.

Desde então muitos já tentaram replicar esta ação e criar esta memória tão forte no seu target.

 

Desde marcas que encheram praias de guarda-sóis, passando por outras que ofereceram criativos colchões, até finalmente as que garantiram toalhas a várias celebridades, sempre colocando as suas marcas nas bocas do mundo. 

 

Além das praias, outro ponto de contacto importante são as inúmeras festas de verão que invadem os principais locais de férias. Uma oportunidade essencialmente para marcas de bebidas, mas também para todas as marcas que de alguma forma se querem posicionar dentro de um determinado estilo de vida.

É por isso normal que muitas marcas lancem produtos nesta altura e tirem assim vantagens da maior predisposição para se experimentar coisas novas.

Por último é uma altura propícia ao aparecimento de marcas que nascem e morrem no Verão, desde bares, restaurantes até pop up stores de biquínis ou roupa de praia, são vários os projetos que surgem do nada e da mesma forma acabam. Estrategicamente pensados para curta duração, cumprem o seu papel e garantem muitas vezes um ano inteiro de descanso. 

Seja qual for o papel em que nos encontramos – marca, consumidor ou empreendedor – todos os Verões encaramos esta realidade e orientamos as nossas escolhas dentro deste paradigma.

 

A importância da presença online da sua empresa:

 A segunda maior empresa de venda a retalho no mundo da moda, atrás da Inditex, proprietária da Zara, informa que o crescimento das suas vendas subiu de 5% para 12% em Junho.

 O grupo de moda sueco H&M divulga que as vendas das colecções de Verão começaram bem e que isso tem como consequência a diminuição do número de lojas físicas a abrir, uma vez que os consumidores começam a comprar mais online. Este arranque nesta estação teve como consequência o aumento do valor das suas acções em 10%.

O presidente-executivo da empresa, Karl-Johan Persson, disse à Reuters que a chegada do clima mais quente à Europa ajudou às vendas. Os mercados do norte da Europa, onde o clima excepcionalmente frio deu lugar a uma onda de calor, levou os consumidores às lojas. Além disso, a forma rápida como a empresa está a responder à procura também ajudaram ao aumento de vendas, acrescentou. “É, em parte devido a factores externos, mas também fazemos as coisas melhor do que há um ano”, disse.

A H&M também avança que vai cortar nas aberturas de novas lojas físicas, já que está a investir mais em recursos digitais. Persson disse que não haverá novas aberturas sobretudo na Europa, mas também nos Estados Unidos e na China. Assim como fecharão lojas, o que contribuirá para que a empresa apresente melhores contas. O que está a ser bem visto pelo mercado bolsista.

 

Existem vários negócios que se destacam no verão, como por exemplo a restauração, lojas de moda praia etc…

O fundamental é que todas as empresas avaliem de que maneira o verão vai influenciar o seu negócio. A partir daqui, basta desenvolverem formas de aumentar as vendas, criando apostas inovadoras, diferentes das utilizadas no resto do ano.

 

 A sua empresa precisa aumentar presença no Mundo Digital?

Visite-nos em www.digitalgreen.pt e fale connosco.

 

Aderir ao E-Goi:

https://www.e-goi.pt/?aff=00bd8b8598

Fontes: sol.sapo.pt; www.publico.pt; www.marketingchef.com.br; www.calendarr.com; www.marketingchef.com.br

 

, , , , , , ,